terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Outfest: A Preservação Audiovisual do Legado LGBTQ



Não sendo a primeira vez que, neste espaço, se escreve sobre a missão e as actividades do Outfest UCLA Legacy Project, não se afigura redundante salientar o importante trabalho que a organização tem desempenhado, ao longo de mais de uma década, para a preservação e restauro do património fílmico dedicado à temática LGBTQ.

Nesse âmbito, constata-se, com particular comprazimento, que o Outfest UCLA Legacy Project é "proprietário" de mais 41 mil elementos fílmicos (desde cópias em 16mm até a ficheiros digitais compilados em DVD, num rol que pode ser consultado no site oficial da organização) e de como tem desenvolvido, paralelamente, um sério e empenhado programa de restauros de obras cinematográficas — algumas das quais já consideradas de importância histórica, cultural e artística pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos da América.



De ANDERS ALS DIE ANDERN (de Richard Oswald, naquele que foi, em 1919, um dos primeiros filmes a retratar a homossexualidade sem estereótipos nem ofensa) ao influente PARIS IS BURNING (documentário de 1990, sobre a comunidade LGBT da Nova Iorque dos anos 80, realizado por Jennie Livingston), a lista, agora divulgada em pormenor, de títulos restaurados pelo Outfest UCLA Legacy Project revela um contínuo e privilegiado trabalho no sentido de mitigar preconceito e discriminação nas sociedades contemporâneas.

[Fonte: Outfest UCLA Legacy Project].
[Imagem: Fotograma de Ron and Chuck in Disneyland Discovery (1969, Pat Rocco) / Bizarre Productions].

Sem comentários:

Publicar um comentário